Cota social desportiva para jovens desfavorecidos

Em Julho de 2017, a Jing-She abraçou mais um projecto de extrema relevância, cumprindo a sua missão de responsabilidade social através do Wushu, assinando protocolo com o Município de Famalicão. A cota social para jovens desfavorecidos é uma medida que pretende integrar crianças e jovens até aos 18 anos de idade, sem condições financeiras e socialmente vulneráveis, nas atividades desportivas promovidas por clubes do concelho, que promovem as mais diversas modalidades, e ainda modalidades desenvolvidas especificamente com as pessoas portadoras de deficiência.

“Há uma faixa da nossa comunidade juvenil que não pratica o desporto que gosta por razões económicas”, salientou o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha. Com esta medida, “estamos a ultrapassar barreiras e a chegar a essa faixa (…).Este projeto contribuiu muito para a inclusão social, para o combate ao abandono escolar e para a formação de cidadãos”.

As famílias que queiram inscrever as crianças e jovens na prática de um desporto devem dirigir-se aos serviços da Ação Social, sitos na Rua Camilo Castelo Branco, nº. 94 – 1º. Andar, junto aos Paços do Concelho. Os serviços municipais irão depois fazer a avaliação da carência económica e encaminhar a família para uma coletividade que tenha aderido ao projeto.

Serviço educativo

O Serviço Educativo da Jing-She, criado em 2010, é um espaço que pretende aproximar a comunidade, da cultura chinesa – dos seus rituais e práticas marciais milenares – e assim contribuir para uma sociedade multicultural, mais rica e tolerante.

É nossa missão partilhar com as mais diversas instituições, os conhecimentos e práticas da Jing-She, esperando que esta partilha tenha um impacto positivo na integração social e no desenvolvimento pessoal de cada criança, cada jovem e cada adulto.

Esta valência está disponível para instituições públicas ou privadas com foco na educação/formação de crianças e jovens.

CONTACTAR